Day: Junho 13, 2013

(Solidariedade) Anarcosindicalistas ibéricos solidários com trabalhadores da televisão grega


ERT

O Governo grego decidiu de forma imprevista e através de um decreto fechar a televisão pública estatal ERT e despedir os seus 2800 trabalhadores obecendo, desta maneira, às imposições da Troika, que exige o fim do contrato de 2000 empregados públicos este ano e de 15000 no próximo.

A decisão foi tomada unilateralmente pelo partido conservador Nova Democracia, sem ter em conta os restantes associados da coligação governamental. Um novo exemplo que pôe em evidência as cenas de teatro que os representantes da “democracia” interpretam, simples títeres nas mãos daqueles que na verdade partem e repartem na Europa: o FMI e as suas amigas, as multinacionais.

A partir da secção sindical da CNT na RTVE (Radio Televisão Espanhola) queremos transmitir todo o nosso apoio e solidariedade aos companheiros da Radio Televisão Grega. Apesar das mentiras tranquilizadoras dos políticos, sabemos que a intenção do governo espanhol é a mesma que a do grego: acabar com o sector público. No nosso sector, já caíram Canal 9 e Telemadrid, e a TV3 está na corda bamba. Precarizam-nos cada vez mais com quebras no salário, cortes nos contratos e ameças de despedimento. Estamos também a sofrer as consequências da péssima gestão de gestores que, com a desculpa da crise, desmantelaram este meio de comunicação para pô-lo ao serviço de interesses privados.

Por isso compreendemos e sabemos o que neste momento estão a sofrer os nossos companheiros gregos e animá-los a não baixarem a luta por um serviço de comunicação público plural, democrático e ao serviço dos cidadãos. A informação e o serviço público de radiotelevisão são direitos de cidadania que não podem estar ao serviço de interesses económicos obscuros nem sob as ordens de organismos que nem representam o povo nem foram eleitos por ele.

Sessão sindical da CNT na Radio Televisão Espanhola

aqui :http://CNTenRTVE.blogspot.com/

e aqui: http://www.cnt.es/graficas