Day: Abril 4, 2014

Sugestões para este sábado: Cacilhas, Algés, Porto, Lisboa…


(Cacilhas) Feira do dia da Chincha, 10H

chincha

A feira do dia da Chincha realiza-se este sábado, 5 de Abril, em Cacilhas. Sócios do Centro de Cultura Libertária terão uma banca na feira das 10 às 19H. E teremos jantar vegano benefit para as despesas mensais do centro às 20 horas.

http://culturalibertaria.blogspot.pt/

(Algés) XLIX Assembleia Popular de Algés, 11H

assembleia

Uma vez mais no Sábado às 11 horas e uma vez mais no jardim do Parque Anjos realiza-se mais uma Assembleia Popular de Algés. Cidadãos livres que acreditam que num espaço aberto e aberto à participação de todos, sem lideranças ou agendas podem ajudar a identificar e minorar alguns dos problemas da nossa terra e desta sociedade economicista e que aceita tanta injustiça social no seu seio. Nunca tivemos a pretensão de resolver todos os problemas mas acreditamos que é da participação de todos que se podem encontrar as soluções para alguns deles. Junta-te a nós e participa. Sente que fazes parte desta sociedade e ajuda a mudar aquilo com que não concordas exercendo o teu direito cidadãos que te é conferido pela democracia. Ajuda a tornar efectivos os teus direitos. Contamos contigo como contamos com todos.

https://www.facebook.com/events/235993896602604/

(Porto) Leituras sobre Erik Satie, na Gato Vadio, às 17H

erik

O terceiro ciclo de leituras do Gato Vadio prossegue este sábado, 5 de Abril, pelas 17h00, com uma sessão dedicada a Erik Satie.
O convidado é Virgílio Melo.

https://www.facebook.com/events/300871446727669/

(Lisboa) “Repressão e resistência. Reabilitação urbana, ocupações e o movimento anti-racista na cidade de Hamburgo”, na BOESG, às 18H

CartazHamburgofinal
 Hamburgo é uma das cidades mais ricas da Alemanha. Mas Hamburgo também é uma das cidades que mais sofre crescentes tensões sociais e frequentes ataques às classes mais desfavorecidas economicamente.
 Actualmente, agravam-se vários conflictos, todos eles relacionados com a questão do direito à cidade em contradição ao desenvolvimento capitalista de cidade e com a política xenófoba do regime europeu de migração.
 Estes conflictos são:
 1) A situação legal do Rote Flora (http://florableibt.blogsport.de/english/), um dos centros culturais autónomos mais antigos da Europa e ainda hoje em estado de ocupação.
 2) O acelerado processo de gentrificação (ou enobrecimento) de toda a cidade, processo que levou à expulsão de uma grande fatia da população pobre dos antigos bairros operários no centro da cidade, como St. Pauli, (onde se situa o Rote Flora), mas também a Reeperbahn (zona de bares, discotecas e da prostituição legal).
 3) A miséria de um grupo de imigrantes africanos (à semelhança de milhões que lidam com este regime em toda a Europa) que, vindo da Líbia, chegaram à união europeia (UE), passando pela ilha Lampedusa. (http://www.lampedusa-in-hamburg.tk/)
Public declaration march 2014: http://lampedusa-hamburg.info/en/
http://wiki.rechtaufstadt.net/index.php/Introduction_to_Recht_auf_Stadt_Hamburg
Vamos discutir as experiências diferentes em Portugal e na Alemanha a analisar o que se pode aprender uns dos outros e como ganhar força (ou não) para um movimento anti-capitalista.
Debate e conversa com dois activistas de Hamburgo.

(Porto) Sábados com Anarquia, Casa Viva, 18H

sabad casa viva(1)

Este é um dos primeiros do que se esperam ser vários sábados onde através de discussões, reflexões e/ou desvaneios se pretende desconstruir aquilo que entendemos por anarquia.
18h Debate “Misérias e limites da mentalidade activista“*
21h Documentário Lucio (anarquista, atracador, falsificador, pero sobre todo… albañil)
Noite fora… Festa do teledisco chunga

http://casa-viva.blogspot.pt/2014/04/sabados-com-anarquia-na-casaviva.html

(Porto) E se a Escola fosse criada por nós?, na Gato Vadio, 21,30H

gato vadio

aqui: https://www.facebook.com/events/1474964716052274/

https://www.facebook.com/events/629808273734946/

https://www.facebook.com/aescolaviva

(Lisboa) Reabertura do espaço associativo MOB, no Intendente, às 21,30H

mob

Ao fim de três meses, o Mob volta a respirar.

O espaço é diferente, pensado por mais gente e em pleno Intendente – associação, livraria, bar, sala de espetáculos.

No meio da tempestade e da desgraça, o Mob volta a ser ponto de encontro para quem não desiste de se olhar nos olhos, de se divertir, de passar à ação e fazer acontecer.

https://www.facebook.com/events/240114672859282/

(Galiza) II FEIRA DO LIVRO ANARQUISTA EM A GUARDA


Cartel copia (1)

Realiza-se nos dias 25, 26 e 27 de Abril a II Feira do Livro Anarquista em A Guarda, mesmo junto da fronteira com Portugal (Caminha). Os companheiros galegos convidam todos os que queiram participar nas suas actividades a fazê-lo. O vasto programa tem muitos pontos de interesse.

(mais…)

(Solidariedade) Ontem foi assim frente à embaixada argentina em Lisboa


3

mais fotos aqui: http://ait-sp.blogspot.pt/2014/04/protesto-na-embaixada-da-argentina-em.html?spref=fb

relacionado: https://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2014/04/01/aitsp-concentracao-junto-a-embaixada-da-argentina-em-lisboa-5a-feira-18h/