(Filme) A morte do trabalhador


.

Da Ucrânia à Indonésia, passando pela Nigéria, China e Paquistão, esta é a viagem que Michael Glawogger (3 Dezembro 1959 – 22 Abril 2014), cineasta austríaco, encetou em «Workingman’s Death», um épico admirável e provocador que se propõe denunciar o trabalho manual (e invisível) realizado nas mais extremas condições.
As imagens, impressionantes, tão depressa remetem para a contenção do fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado, como evocam o terrível inferno de Bosch. De estrutura episódica (assistiremos a cinco histórias: os «Heróis» de Donbass, na Ucrânia, os «Fantasmas» de Java, na Indonésia, os intrépidos «Leões» nigerianos, os «Irmãos» de Gaddani, no Paquistão, e, a esperança de um «Futuro» radioso na China), Glawogger compõe neste seu extraordinário documentário um verdadeiro hino ao trabalhador.

relacionado: http://revistasamuel.uol.com.br/conteudo/view/20564/Cinco_dos_trabalhos_mais_miseraveis_do_planeta.shtml

(A. sugestão por email)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s