(Eleições) As urnas não podem separar aqueles que a rua já uniu!


Publicação2

Não vão ser as urnas a separar-nos!

Desde sempre os anarquistas recusam ao sistema eleitoral as virtualidades que os chamados democratas lhe atribuem. Consideramos que o sistema representativo limita a democracia e apenas serve os interesses instalados dos políticos profissionais. Desde sempre que consideramos que não é através da tomada das funções do Estado que construímos uma sociedade nova, sem explorados nem exploradores, mas sim através da sua destruição.

No entanto para nós, anarquistas, não existem dogmas absolutos. Se há trabalhadores que ainda consideram que devem exercer o seu direito ao voto devem fazê-lo, votando em quem entendam. Nós somos pela liberdade – e a liberdade de voto é algo que defendemos integralmente– mesmo não a exercendo.

No fascismo e nas ditaduras comunistas o voto nunca é livre. É proibido. A liberdade de expressão e de escolha também. Nós somos a favor duma e doutra em todas as condições. E não vamos deixar que uma urna nos separe, a nós trabalhadores que não votamos, daqueles que votam.

Que cada qual exerça o seu direito como entender. Trata-se de um direito – nunca de um dever. E os direitos são para usarmos quando e se quisermos usá-los.

Viva a anarquia! As urnas não podem separar aqueles que a rua já uniu!

Grupo Kronstadt

22/5/2014

(recebido por email, com pedido de publicação)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s