Day: Maio 30, 2014

(Lisboa, Porto, Évora) Algumas iniciativas para assinalar os 200 anos do nascimento de Bakunin


image002 (1)

Hoje em Lisboa, na BOESG, às 23H

BARkunine Night

Considerado um dos pais fundadores do anarquismo, Mikhail Bakunine (1814– 1876) foi um revolucionário que conjugou sempre a faculdade de pensar à necessidade de acção.
Envolvido em praticamente todas as revoltas populares do seu tempo, o“perfume da pólvora e das barricadas” acompanhou-o ao longo da vida.
Como teórico, os seus escritos tornaram-se uma referência na luta contra o Estado, o Capital e a Religião.
A BOESG junta-se às inúmeras celebrações que irão ocorrer ao longo de 2014 – ano do bicentenário – com um evento no dia do seu nascimento. Conversa à volta da sua vida, leituras de algumas passagens dos seus textos, petiscos e licores vários, envolvidos em música.
Aparece e divulga!

baku

Hoje no Porto, na Casa Viva, às 23H

Bakunine was a Punk Rocker

Uma vez, um moço disse que “a liberdade é indivisível: não se lhe pode cortar uma parte sem a matar inteiramente. Essa pequena parte, que cortais, é a própria essência da minha liberdade, é o todo. Por um movimento natural, necessário e irresistível, toda a minha liberdade se concentra precisamente na parte, por muito pequena que seja, que dela cortais”.

Ora, esse moço faria 200 anos no dia 30 de Maio e, como calha a uma sexta-feira, aproveitamos para o lembrar noite dentro, numa emissão especial da Rádio CasaBiba. A emissão começa às 23h00, com muita música anti-autoritária e umas informações e textos de Bakunine, o tal moço que, ainda antes da experiência soviética, já sabia que uma ditadura, mesmo do proletariado, é, antes de tudo, uma ditadura. Se o microfone nos permitir, ainda haverá conversas à volta de. Mais tarde, sabe-se lá bem quando, esta espécie de comemoração descambará num resto de noite mais Baco que Nine, com músicas e palavreado a condizer. Assim, lá está, nos ajude o micro.

http://radiocv.punked.us/

bakunin final

Sexta-feira, dia 6 de Junho, em Évora, na Livraria Fonte de Letras, às 18,30H

Conferência/Debate sobre os 200 anos do nascimento de Mikhail Bakunin

Realiza-se na próxima sexta-feira, dia 6 de Junho, na Livraria Fonte de Letras, em Évora, pelas 18,30H, uma conferência/debate sobre o pensamento libertário de Mikhail Bakunin, por ocasião do aniversário dos 200 anos do seu nascimento, que se assinalou no passado dia 30 de Maio.

O tema será introduzido pelo investigador do SHLI, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, António Baião (natural de Montemor-o-Novo) que abordará o tema “Mikhail Bakunin: Liberdade, Natureza e Revolução”.

Seguir-se-á um debate aberto a todos os que pretendam expressar a sua opinião ou os seus comentários.

A entrada é livre.

Esta conferência, organizada pela Revista de cultura libertária “A Ideia” e pelo “Portal Anarquista”, com o apoio da Livraria Fonte de Letras, será a primeira de um ciclo de Conferências Libertárias a realizar em Évora durante os próximos meses, com uma periodicidade mensal. A próxima conferência – em data e local a divulgar posteriormente – realizar-se-á nos princípios do mês de Julho e deverá abordar a figura e o pensamento do anarquista alentejano Gonçalves Correia.

bakunin

Nos 200 anos do nascimento de Mikhail Bakunin, desenho de Carlos Latuff

Mikhail Alexandrovich Bakunin, duzentos anos de anarquia


Capturar

Assinalam-se hoje os 200 anos do nascimento de Mikhail Bakunin. Um revolucionário, um pensador e um activista que tinha a emancipação do proletariado como o seu principal objectivo.

Julián Vadillo (*)

A 18 de Maio de 1814 (30 de Maio segundo o calendário ocidental) nasceu em Premukhino, Mikhail Alexandrovich Bakunin. Filho de um diplomata muito próximo da corte do czar, Bakunin  teve formação militar e académica. Mas, apesar disso, muito cedo começou a formar uma personalidade a que não agradava o sistema estabelecido. Bakunin começou a tomar contacto com personagens como Herzen e Ogarev, bebeu da tradição revolucionária russa representada pelas rebeliões cossacas de Stenka Razin no século XVII e Y/emelian Pugachov no século XVIII, aproximou-se do significado da luta dos dezembristas russos em 1825 como reflexo das revoluções de 1820 na Europa ocidental.

(mais…)

(para download) Escritos sobre Educação e Geografia, de Reclus e Kropotkin


Capturar1

Click to access Escritos-sobre-Educacao-e-Geografia-Biblioteca-Terra-Livre.pdf

Ontem, 29 de maio, assinalou-se o dia da Geografia e dos geógrafos, uma área em que a presença do pensamento libertário foi sempre relevante e ainda hoje é. Para assinalar esse dia a Biblioteca Terra Livre disponibilizou em versão digital o livro “Escritos sobre Educação e Geografia”, com textos de Élisée Reclus e Piotr Kropotkin. O livro, publicado pela primeira vez em dezembro de 2011, durante o Colóquio Internacional “Élisée Reclus e a Geografia do Novo Mundo”, procurava naquele contexto atender a uma procura crescente de estudantes de geografia e pedagogia que buscavam textos libertários que subsidiassem as suas reflexões e pesquisas e que não os encontravam. A presente obra foi fruto do trabalho iniciado a partir das reflexões e interrogações do Grupo de Estudos “Geografia e Anarquismo” que nos permitiu aprofundar no tema e ter acesso a diversos materiais sobre geografia anarquista, alguns dos quais traduzidos e publicados neste livro.

aqui: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=496338717165849&set=a.145325595600498.31494.100003691740122