(Grécia) Nikos Romanós está em greve de fome há um mês


transferir (2)

Nikos Romanós depois de ser interrogado pela polícia em 2013. À esquerda, a foto retocada pela polícia. À direita, a foto tirada por um jornalista quando chegou ao tribunal.

transferir (3)

Depois de alguns dias em silêncio pelo escândalo provocado pelo envio de fotos grotescamente retocadas à imprensa, o ministério da ordem pública admitiu a verdade divulgando estas fotos dos presos depois do interrogatório. Ainda hoje não há informações sobre o inquérito prometido na altura à violência policial.

O jovem anarquista grego Nikos Romanós está há um mês em greve de fome. Preso desde 1 de Fevereiro de 2013, acusado de tentar assaltar um banco, foi barbaramente torturado aquando da sua detenção, conjuntamente com os seus companheiros  I. Mijailidis, D. Politis y A. D. Bourzoukos, tendo a polícia publicado fotos dos detidos modificadas com Photoshop para esconder os sinais da tortura.

Desde o primeiro momento Nikos Romanós declara-se anarquista e afirma lutar por um mundo sem autoridade, nem exploração, nem donos. O percurso político e militante de Romanós forma um processo contínuo desde o levantamento social de dezembro de 2008, já que Romanós era companheiro de turma e amigo intímo de Alexis Grigorópulos e estava presente quando ele foi assassinado, aos 15 anos, no dia 6 de Dezembro de 2008, por um polícia em Atenas.

Na primavera passada Romanós apresentou-se aos exames para entrar na Universidade, apesar de preso, e foi admitido. Segundo a lei grega, Romanós teria, por isso, a partir de Setembro de 2014 direito a frequentar as aulas na Universidade. Um direito que o Estado grego não lhe quer reconhecer e que está na origem da greve de fome levada a cabo desde o dia 10 de Novembro. Segundo as suas próprias palavras: “Quero que a decisão que tomo seja o mais clara possível, não estou a defender a sua legitimidade, pelo contrário, faço-lhes uma espécie de chantagem política para conseguir uns momentos de liberdade nas condições demolidoras da prisão”.

Nas últimas semanas têm decorrido inúmeras manifestações nos mais diversos países em solidariedade com Romanós. Uma solidariedade cada vez mais necessária à medida que as suas condições físicas  começam também a degradar-se.

mais informações aqui: http://verba-volant.info/

carta de Nikos Romanós: http://pt.indymedia.org/conteudo/newswire/29260

freedon-1

Manifestação de solidariedade com Nikos Romanós na Turquia

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s