(Porto) “Ciutat Morta” passa esta sexta-feira na Casa Viva


Vídeo com os cinco minutos do documentário “Cidade Morta” que não puderam passar na televisão catalã por ordem judicial

‘Ciutat Morta’, o documentário sobre a montagem policial, mediática, judicial e política em torno do caso do 4F em Barcelona é projectado esta noite na Casa Viva (Porto), às 21,30H

Castelhano e Catalão com legendas em Castelhano, 2h08min

Sinopse:

“Em junho de 2013, um grupo de 800 pessoas ocupa um cinema abandonado no centro de Barcelona para projectar um documentário.
Rebatizam o antigo edifício em honra a uma rapariga que se suicidou dois anos antes: Cinema Patricia Heras. Quem era Patricia? Porque se matou e que tem a ver Barcelona com a sua morte? Isto é exactamente o que se quer dar a conhecer com esta acção ilegal e de grande impacto mediático: que todo o mundo saiba a verdade sobre um dos piores casos de corrupção policial em Barcelona, a cidade morta.”
https://ciutatmorta.wordpress.com/

Uma festa numa okupa, uma intervenção policial, detenções aleatórias, uma queda de bicicleta e uma ida ao hospital, tortura, prisão, suicídio… O documentário Ciutat Morta conta a história do chamado caso 4-F, um caso de montagem política, policial e judicial com inicio a 4 de Fevereiro de 2006 onde uma intervenção policial numa festa inicia uma série de eventos que levará 5 pessoas à cadeia durante vários anos, culminando no suicídio de Patricia Heras em 2011 durante uma saída precária, ela, que junto com o amigo Alex foram em 2006 detidos devido à estética “anormal”, roupa preta e cabelo pintado, que apresentavam no hospital para onde se dirigiram após uma queda de bicicleta na noite de 4 de Fevereiro.

O documentário Ciutat Morta, exibido e premiado em vários festivais de cinema foi censurado pelo Estado espanhol e o governo catalão, não permitindo que fosse passado na televisão. Finalmente e por ordem de um juiz o filme foi no Sábado, 17 de Janeiro, finalmente exibido no canal cultural 33 da tv catalã, embora censurado e com menos 5 minutos que o original.
Centenas de sessões de visualização do Ciutat Morta foram organizadas em centros sociais e ateneus na Catalunha e outras partes do Estado espanhol e na sequência da sua transmissão, no sábado à noite, uma concentração espontânea de centenas de pessoas aconteceu na Praça Sant Jaume em Barcelona, sede do governo catalão e do município de Barcelona, exigindo justiça para Patricia Heras bem como mostrando solidariedade também para com aqueles detidos recentemente no âmbito da “operação Pandora”.

O filme, da produtora Metromuster (http://metromuster.cc/) foi possivel devido ao crowdfunding e micromecenato online e à contribuição do semanário La Directa e da Comissão Audiovisual do 15M de Barcelona.
O filme está publicado com uma licença Creative Commons BY-NC-SA 3.0

aqui: https://www.facebook.com/events/557362557733809/

https://www.facebook.com/ciutatmorta
https://ciutatmorta.wordpress.com/

ver também: https://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2015/01/19/ciutat-morta-um-documentario-sobre-a-tortura-e-a-falsificacao-de-provas-pela-policia-que-esta-a-emocionar-barcelona/

https://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2015/01/20/ciutat-morta-comunicado-dos-familiares-e-vitimas-da-montagem-politica-policial-e-judicial-do-4f/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s