Puig Antich: o último garrotado às mãos de Franco


puig antich

Há 41 anos era assassinado pelo Estado fascista espanhol o anarquista catalão Salvador Puig Antich. Executado pelo método bárbaro do garrote vil, na prisão Modelo de Barcelona, às primeiras horas do dia 2 de Março de 1974, o regime fascista de Franco e da Opus Dei pretendiam castigar com dureza o novo movimento autónomo e libertário que renascia nos meios operários da Catalunha protagonizado por um punhado de jovens reunidos no MIL – o Movimento Ibérico de Libertação, cujo objectivo era apoiar com fundos a luta operária e desenvolver uma forte cadeia de solidariedade entre os explorados, transformando cada luta numa luta de todos.

Recordar hoje Puig Antich, para além de lembrar o último garrotado nas prisões de Franco, é sobretudo lembrar a coragem e a determinação de um sector da juventude libertária de há pouco mais de quarenta anos que, sem medo, ousou enfrentar o franquismo, a sua polícia política e os “bonzos” de uma esquerda política que, por todo o lado, têm sido os maiores aliados do capitalismo e do patronato para asfixiar a luta dos trabalhadores.

Puig Antich e os companheiros conseguiram romper o cerco e mostraram que era possível vencer os grilhões do medo.

Relacionado: https://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2014/03/02/barcelona-salvador-puig-antich-assassinado-pelo-garrote-vil-ha-40-anos/

https://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2013/03/01/2-de-marco-de-74-puig-antich-o-ultimo-anarquista-a-ser-assassinado-pelo-garrote-vil-em-espanha/

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s