Day: Março 10, 2015

(AIT)  Trabalhemos por uma maior participação das Mulheres no nosso Movimento!


grlflag

Por ocasião do Dia Internacional da Mulher gostávamos de abordar os problemas que afectam, de maneira desproporcionada, as mulheres nos locais de trabalho, tratando-os duma maneira mais efectiva e aumentando a participação das mulheres no nosso movimento.

Ao falarmos com companheiros seja do movimento anarco-sindicalista, seja de fora deste, podemos ver que ainda há um longo caminho a percorrer até conseguirmos adoptar uma postura organizativa para lutar contra o sexismo nos locais de trabalho. Na recente conferência anarco-feminista internacional, durante a sessão que tratava da organização nos locais de trabalho, apercebemo-nos de que as mulheres tinham queixas e experiências semelhantes, mas poucas delas se dispunham a organizarem-se em torno destas questões nos sítios onde trabalham. Apenas algumas estavam integradas em sindicatos, fossem maioritários ou alternativos.

As razões para isto podem ser muito complexas e envolver também muitas especificidades pessoais. Mas vale a pena discutir este tema. Nalgumas das nossas organizações temos um desequilíbrio de género ou as mulheres vêem-se de algum modo marginalizadas, devido a regras de comportamento que podem estar mais inclinadas para a socialização masculina. No entanto, sabemos todos que o nosso movimento não deveria funcionar deste modo e que a luta pela igualdade não é somente económica, mas sim una luta pela igualdade em todos os aspectos.

Nesta ocasião fazemos um apelo aos nossos companheiros para que abordem estes temas e dêem os passos necessários para fazerem os melhoramentos que forem necessários e para que ponham em relevo o papel das mulheres onde estas se tenham destacado e tenham tido sucesso.

Secretária Geral da AIT

8/3/2015

Em inglês: http://www.iwa-ait.org/content/lets-work-towards-greater-participation-women-our-movement

Em castelhano: http://www.iwa-ait.org/node/676

redblackwomen

A Batalha, nº 263, com um dossier sobre o ‘TTIP e a soberania alimentar’


batalha

Já nas bancas o nº 263, (VI Série) do jornal anarquista “A Batalha”. O destaque desta edição vai para o Tratado entre a União Europeia e os Estados Unidos (TTIP); ainda o ataque ao Charlie Hebdo; um artigo de Gonçalves Correia, “Carta a um burguez” (1915); parte do epílogo do livro de Murray Bookchin – The Ecology of Freedom; O anarquismo perante a catástrofe climática e mais um vasto conjunto de artigos interessantes, todos eles numa perspectiva libertária.

Plan B, uma nova revista libertária em castelhano


Capturar

Para ler e descarregar: https://cloud.openmailbox.org/public.php?service=files&t=0ee0949b09a34b1138bce9540c4b06b8

No Issuu: http://issuu.com/vallgurnera/docs/plan_b_14a83293171035

Plan B é uma nova revista anarquista em castelhano que reúne textos da revista libertária, em catalão, L’observador, que se publica em Garrotxa, no norte da Catalunha e que já tem vários números editados (vai na 11ª edição). Esta nova revista, com um grafismo inovador e atraente, aborda também temas e assuntos que geralmente ficam à margem da imprensa libertária.

Capturar