(Estado Espanhol) Nas eleições de domingo os anarquistas e anarcosindicalistas não votam!


abstención_novotes

Anarcosindicalismo: 365 dias de luta, 365 dias construindo a autogestão!

No dia 24 de Maio nós não votamos!

No dia 24 de Maio há, de novo, eleições. Dizem-nos que está na altura de elegermos quem nos vai representar durante quatro anos, quem – dizem – encontrará, com a sua actividade quotidiana, uma solução para os nossos problemas

De pouco vale esperar mudanças profundas mesmo metendo sangue novo nas instituições. Há uma velha verdade que, de vez em quando, reaparece: o poder corrompe quem o ostenta. A experiência demonstra que não podemos aspirar a transformar a sociedade a partir dos parlamentos, nem sequer no âmbito municipal; na CNT pensamos que não se pode construir um mundo novo, mais livre e igualitário, utilizando as ferramentas que nos foram dadas pelos patrões.

Já é tempo de tomarmos a vida nas nossas mãos e de deixarmos de confiar em políticos, messias e supostos benfeitores. Os trabalhadores e trabalhadoras não podemos continuar a esperar. De nada vale criticar os políticos se logo, na hora da verdade, acorremos às urnas e ficamos de braços cruzados. Legitima-se assim o roubo, o abuso dos que mais têm, a angustiante falta de liberdade. Temos que nos lançar decididamente à conquista de uma nova sociedade em que, acima de tudo, vigore a justiça social, em que a economia esteja ao serviço do povo (e não ao contrário).

Temos razões de sobra para deixar de obedecer às suas leis. Querem-nos atados de pés e mãos; de maneira que, antes do mais, deixemos de acatar o dogma dos que nos querem dominar: que não votar signifique tornarmo-nos responsáveis pelos nossos próprios problemas, que não votar seja um exemplo de que apostámos em mudar a sociedade a partir da base e entre iguais. Para nós é igual quem for o presidente de Câmara, as nossas reivindicações só serão satisfeitas se lutarmos unidos.

Os anos de crise económica fizeram com que milhares de pessoas levantassem a cabeça para procurarem ajuda entre os seus. Contam-se por milhares as vitórias invisíveis dos de baixo. Cada despejo evitado, cada greve ganha, cada direito laboral que fazemos valer, cada vez que nos organizamos para não nos deixarmos pisar, estamos a demonstrar que não necessitamos dos políticos para resolvermos os nossos problemas e que a solidariedade funciona.

Devemos ser capazes de tomar as decisões em comum sem que ninguém tenha o privilégio de nos representar permanentemente; confiemos na nossa capacidade para lutar à margem dos líderes políticos e dos sindicalistas profissionais. É tempo de enfrentar os que mandam começando pela base, de pôr um travão a este desastre permanente chamado capitalismo. É preciso continuar a construir: em cada praça, em cada bairro, em cada localidade, em cada centro de ensino, em cada fábrica, não perdendo tempo a eleger os que, uma e outra vez, nos voltarão a trair, e tratemos de nos juntar para defendermos os nossos direitos, fazer valer a nossa maneira – mais livre e igualitária – de ver o mundo e avançar na conquista de uma nova sociedade que nasça das ruínas deste sistema criminoso que pretende arrebatar-nos o futuro e a esperança.

É claro para a CNT: não se trata de votar para mudar de amo nem de confiar os nossos problemas a nenhum político ou sindicalista profissional de turno; trata-se de enfrentar o desafio de lutar pelo que é nosso, sem delegar em ninguém, organizando o nosso esforço e a nossa vontade de viver de outra maneira, num mundo mais livre e justo.

Por isso mesmo, a 24 de Maio, nós não votamos.

Secretariado Permanente do Comité Confederal da CNT

aqui: http://www.cnt.es/periodico/peri%C3%B3dico-cnt-n%C2%BA-418-mayo-2015

galiza

Cartaz que por estes dias partilha espaço nas ruas de Compostela e outras cidades Galegas com a propaganda eleitoral. Para inspirar a luta de todos os dias. (aqui)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s