(Porto) Agenda das Jornadas Libertárias para este sábado


maldito

Encontro à volta de publicações malditas
Dia 3
na Rosa Imunda,
Travessa do Ferraz 13

Abaixo os muros das escolas

Conversa sobre Pedagogia Libertária
Dia 3, às 15h
na Rosa Imunda,
Travessa do Ferraz 13

A criatividade demonstrada na infância em desenvolver estratégias que rompam com a normalidade das salas de aula é reprimida desde cedo. Posto isto, parece-nos vital resgatar o questionamento que, enquanto crianças, se formula perante as figuras de autoridade que são mais evidentes – os adultos em geral e professores e funcionários escolares em particular – para que, aqui e agora, na continuidade da vontade de atirar papéis às costas dos professores e de lançar bombas de mau cheiro nas salas de aula em cumplicidade com os amigos da turma nos auto-organizemos para experimentar desenvolver processos de ensino e de aprendizagem pelas próprias mãos.

Mas como? Sem a pretensão de receitar soluções juntamo-nos para pensar sobre pedagogia libertária e apresentamos um conjunto de questões e conceitos, resultado de conversas que se pretendem prolongar.

Texto para discussão

Aos nossos amigos

Conversa
Dia 3, às 17h
na Rosa Imunda,
Travessa do Ferraz, 13

Conversa a partir do último texto do “Comité Invisível”

NU – Acto Poético em Processo de Perpétua Reinvenção de Nuno Pinto

Performance
Dia 3, às 22h30
na Rosa Imunda,
Travessa do Ferraz, 13

Reivindicando-se herdeiro de uma já longa tradição que vai beber inspiração a Ubu Rei (Alfred Jarry), esta performance assume-se como uma viagem ao hemisfério direito do cérebro. A poesia como infra e ultra – linguagem, para além do Verbo canónico (blá blá blá do quotidiano cinzento), enfrenta a Ordem estabelecida de um Capitalismo selvático des-humanizante, num tempo de alienação colectiva, omisso da Consciência de Si – Próprio. “

NU, é o infinito ponto da linha imaginária que perpassa os hemisférios do Ser (Total) e do Nada (Esvaziado), meridiano por onde perpassam as penas criadoras de Dylan Thomas e Witold Gombrowicz!

Tudo é Forrado a Criança” é o Fiat Lux, força motriz da quadrifonia: Reflexão, Conhecimento, Acção e Amor!

Uma viagem aos interstícios siderais perpassados pelo fluxo genésico da Arte enquanto Sonho e do sonho enquanto Arte!

NU, é uma criação de Nuno Marques Pinto (aka Projecto MOMO).

Ficha Técnica:
Concepção e interpretação – Nuno Marques Pinto
Desenho de Luz e Som – Nuno Marques Pinto
Produção – Projecto MOMO
Textos de Nuno Marques Pinto, António José Forte e a António Maria Lisboa

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s