Dia: Janeiro 31, 2016

(Coimbra) Quando as paredes falam


1

Em Coimbra. Faculdade de matemática.

2

Quartel Militar, Coimbra, Janeiro 2016

Tanya Gólan: a militante anarquista que recusa fazer parte do Exército Sionista Israelita


tanya 2

O serviço militar obrigatório em Israel tem levado muitos jovens pacifistas a recusarem prestar serviço militar, entre eles vários anarquistas que reclamam o direito à objecção de consciência. Num país onde a autoridade das forças militares é inoculada nos jovens desde os bancos da escola e o espírito militar atinge todos os sectores sociais, a recusa em prestar o serviço militar e colaborar com o exército é visto como um acto de insubmissão e tem como pena a prisão. Tanya Gólan é uma destas activistas que, por se recusarem a submeter à lei militar, foram privadas da liberdade e sujeitas à prisão pelo Estado israelita.

(mais…)