Lisboa recebe a I Marcha pela Abolição dos Matadouros em Junho. Sessão este sábado no CCL.


foto

Activistas organizam várias iniciativas pré-marcha contra a violência especista 

O Movimento pela Abolição dos Matadouros (MAM-Portugal) organiza a partir de Abril cerca de 30 acções em cinco cidades portuguesas no âmbito da preparação da I Marcha pela Abolição dos Matadouros, que decorrerá no dia 4 de Junho, em Lisboa. O programa completo inclui a exibição de documentários, debates, tertúlias, projecções fotográficas e acções de rua, com o objectivo de combater a exploração (industrial) dos animais não-humanos no contexto do capitalismo neoliberal.

As acções do MAM-Portugal têm início amanhã, dia 16, a partir das 20h, no Centro de Cultura Libertária, em Almada. Após um jantar vegano, o movimento promoverá uma projecção fotográfica do colectivo “Filming for Liberation”, a exibição do documentário “Behind the Mask: The Story of the People Who Risk Everything to Save Animals”, de Shannon Keith, assim como uma roda de conversa dedicada axs presxs políticxs do movimento pela libertação animal.

Em Braga, o programa de Abril inclui a exibição do documentário “Earthlings”, de Shaun Monson (dia 28), na TOCA – Trabalho de uma Oficina Cultural e Associativa, e uma acção de rua no centro da cidade (dia 29). No mês de Maio, serão exibidos os documentários “The Ghosts in Our Machine”, de Liz Marshall (dia 5), na Livraria Centésima Página, e “Vegucated”, de Marisa Wolfson (dia 19), no =PrOjECtiL—.

O MAM-Portugal organizará no dia 30 de Abril, em Coimbra, na República das Marias do Loureiro, uma projecção fotográfica sobre o trabalho de Jo-Anne McArthur/We Animals, a exibição da curta-metragem “The Herd”, de Melanie Light, e o debate ““Bodies that matter”: Feminismo, animais e anti-especismo”. No mês seguinte, estão ainda previstas uma acção de rua (dia 4), na Praça 8 de Maio, e a exibição do documentário “Live and Let Live”, de Marc Pierschel (dia 27), no Ateneu de Coimbra.

Em Lisboa, o mês de Abril terminará com uma acção de rua no Terreiro do Paço (dia 30). Durante o mês de Maio, a cidade acolherá a exibição do documentário “The Ghosts in Our Machine” (dia 6), no Disgraça, e uma segunda acção de rua (dia 14), junto à Estação do Oriente. Estão ainda agendados para o dia 21, no Disgraça, um jantar vegano, uma projecção fotográfica de Sue Coe e o debate “Animal, carne ou cadáver? Diálogos sobre carnismo e resistência anti-especista”. No início de Junho, dia 3, o grupo de activistas organizará no GAIA um jantar popular vegano, uma projecção fotográfica sobre Jo-Anne McArthur/We Animals e a exibição do documentário “Live and Let Live”.

No Porto, o MAM-Portugal promoverá em Abril uma acção de rua no centro da cidade (dia 20) e apresentará o documentário “The Ghosts in Our Machine” (dia 21), no Rés-da-Rua. Em Maio, além da exibição do “Cowspiracy: The Sustainability Secret” (dia 13), que terá lugar no Contrabando – Espaço Associativo, a cidade receberá no dia 28, no Gato Vadio, uma projecção fotográfica sobre o projecto “Tras los Muros” e o debate “Do animal à carne, do matadouro à mesa: Reflexões críticas sobre o carnismo”.

Este programa alargado de acções culminará a 4 de Junho com a realização da I Marcha pela Abolição dos Matadouros, que terá início às 16h30, na Avenida da República, junto ao Campo Pequeno, em Lisboa.

53 mil milhões de animais terrestres mortos anualmente

Mais de 53 mil milhões de animais sencientes (terrestres) são mortos anualmente com vista à produção de “carne”, sobretudo na região Norte do globo (Américas e Europa). São encarcerados em locais exíguos e sujeitos a diferentes tipos de violência, mutilação e controlo. Embora inúmeros estudos apontem os impactos da indústria da agropecuária ao nível dos direitos dos animais não-humanos, da saúde humana e da gestão dos recursos naturais, segundo dados da ONU, a produção mundial de “carne” aumentou nas últimas décadas, tendo alcançado, em 2010, cerca de 300 milhões de toneladas.

Movimento (in)surgente quer abolir violência especista

O MAM-Portugal é um colectivo horizontal, anti-capitalista e não-partidário que visa erradicar o especismo e as suas múltiplas intersecções com os demais sistemas de opressão (e.g., sexismo, racismo, xenofobia, heterossexismo e capitalismo), contribuir para a libertação animal, ao mesmo tempo que procura estabelecer políticas de aliança com outros movimentos sociais. Foi criado em Janeiro deste ano no quadro de uma rede internacional que tem organizado, desde 2012, a Marcha pela Abolição dos Matadouros em países como a Alemanha, a Austrália, o Canadá, a França, a Índia, o Reino Unido e a Suíça.

Todas as informações sobre o calendário geral estão disponíveis em  facebook.com/mamportugal e mamportugal2016.wordpress.com.

PROGRAMA COMPLETO

Mais informações:

Fb page: https://www.facebook.com/mamportugal/

Fb event page: https://www.facebook.com/events/829935573816794/

Blog: mamportugal2016.wordpress.com

Email: mamportugal2016@gmail.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s