(Documentário) Ácratas


Ácratas  é um documentário uruguaio lançado no ano de 2000. Foi escrito e dirigido por Virginia Martínez, e estreou na Argentina em 2004.

O filme conta a história de Miguel Arcángel Roscigno, famoso anarquista expropriador argentino. Miguel foi, segundo muitos, “o anarquista mais inteligente, frio e calculista”, quem fazia um detalhado planejamento antes de agir.

O documentário conta histórias conhecidas como a do assalto ao banco Messina em Montevidéu ou a fuga da penitenciária de Punta Carretas em 1931, onde, 40 anos depois, se produziu o escape massivo de Tupamaros e hoje é um centro comercial.

O Anarquismo Expropriador foi uma forma de ação direta ilegalista/individualista muito comum na América Latina até os anos 30. O documentário contra sobre esse momento, e mostra como se deu o enfraquecimento dessa tática devido a influência que a Guerra Civil Espanhola exerceu no anarquismo mundial.

O documentário passa também por outros anarquistas como Simón Radowitzky, Severino Di Giovanni, libertário partidário da ação violenta, Buenaventura Durruti, figura que se destacará na Guerra Civil Espanhola, e os irmãos Moreti, etc.

Conta com intervenções dos historiadores anarquistas Osvaldo Bayer, quem escreveu sobre o fenômeno dos anarquistas expropriadores e Abel Paz, historiador da Revolução Espanhola. Se incorporam também gravações da ítalo-uruguaia Luce Fabbri e algumas/alguns outras (os) historiadoras (es).

aqui: https://kataklysma.noblogs.org/?p=3501

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s