(Brasil) Jogos Olímpicos começam hoje depois de terem expulsado 67 mil pessoas das suas casas


foto

cartoon de Carlos Latuff

Convém hoje, dia da inauguração dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, recordar uma notícia de há um ano atrás sobre os elevados custos humanos e financeiros destes Jogos.

Em 2007, o Rio de Janeiro se candidatou para sediar os Jogos Olímpicos. Um ano depois veio a confirmação de que a cidade receberia o maior evento esportivo do mundo. Maior, inclusive, que a Copa do Mundo. Já com o título garantido, os cariocas elegeram em 2009 o prefeito Eduardo Paes. Daí por diante, esse conjunto de fatores trouxe consequências na vida daqueles que moram na cidade maravilhosa.

Mudanças que, para 67 mil pessoas, tiveram um mesmo fim: elas foram removidas de suas casas entre 2009 e 2013 pela Prefeitura do Rio. Comparando os números é como se fossem desalojados de suas residências todos os moradores dos bairros da Urca, Cosme Velho, Glória, São Conrado, Leme e Gávea de uma vez só – tomando por base o senso do IBGE de 2010. O alarmante dado foi revelado pelo livro “SMH 2016: remoções do Rio de Janeiro Olímpico”, dos autores Lena Azevedo e Lucas Faulhaber, com fotos de Luiz Baltar e publicado este ano pela editora Mórula.

Faltando um ano para o início da competição, o número de remoções continua aumentando. “Nosso sonho era construir um plano de urbanização para continuarmos aqui e que fosse um bairro modelo”, relata a moradora da Vila Autódromo Jane Nascimento, de 59 anos. A casa onde ela, seu marido e duas filhas viviam foi desocupada na última terça-feira (28) e será demolida para dar lugar às obras do Parque Olímpico, que fica ao lado da comunidade no bairro de Jacarepaguá, na zona oeste.

VILA AUTÓDROMO

Dos mais de 700 imóveis que existiam, poucos estão de pé. Os moradores que continuam na Vila Autódromo têm de conviver com os escombros e com as máquinas que de um lado fazem obras no Parque Olímpico e do outro destroem casas. “Como o governo viu que a Vila Autódromo conseguiu se organizar, ele tenta comprar as pessoas, subornar o direito das pessoas com uma indenização”, criticou Jane. Assim como ela, os moradores que foram obrigados a sair de suas casas receberão indenizações pagas pela Prefeitura.

http://antigo.brasildefato.com.br/node/32555

via: https://www.facebook.com/redinfoa/posts/1028873810555049

*

desabertura

Hoje: Desabertura Oficial das Olimpíadas da Exclusão – Rio 2016

De um lado: todo o aparato feito pelo Estado para a classe privilegiada se divertir. Do outro: pobres e moradores das regiões periféricas, sobreviventes ou mortos, removidos e cerceados de acesso aos pontos “nobres” da cidade. As mesmas pessoas escondidas das vistas dos estrangeiros são as que pagam com seu trabalho todas essas infinitas obras olímpicas. Obras que, em lugar de melhorar o cotidiano, servem para marginalizar ainda mais a classe trabalhadora, aumentando os problemas sociais da cidade.
Professores tem seus salários parcelados! Servidores são ameaçados de demissão! Alunos são covardemente agredidos nas ocupações! Negros são assassinados pela Polícia Militar e o Estado diz que é “caso isolado”! As periferias e favelas acordam com homens das forças armadas na porta das suas casas! Não há dinheiro para os hospitais e restaurantes populares!

Se assim como nós você não tem nada que comemorar, venha para a Desabertura Oficial das Olimpíadas da Exclusão – Rio 2016 e traga sua pauta, seu repúdio, seu protesto! Traga sua força e junte se conosco! Teremos música, exibição de filme e debates que pautem a realização dos Jogos Olímpicos na cidade em meio ao avanço das medidas de austeridade em todo o país, principalmente no Rio de Janeiro.

Liberdade para Rafael Braga Vieira e o fim da criminalização da pobreza!

https://www.facebook.com/events/497199940475056/

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s