(Portal Anarquista) Alguns comentários à prisão de Maria de Lurdes


mlurdes

Têm sido muitos, aqui no ‘Portal Anarquista’,  os comentários à notícia da prisão da Maria de Lurdes, quando se sabe que autores de crimes de colarinho branco, com o desvio de milhões de euros (e não é apenas Ricardo Salgado ou Duarte Lima, acusado da morte de uma cliente milionária), bem como de dezenas de casos de corrupção conhecidos, se ficam apenas, em geral, por penas suspensas. A justiça é sempre uma justiça de classe. Quase sem excepções, o pilha galinhas, que rouba para comer, é sempre mais penalizado pelos tribunais do que o banqueiro ou o político que rouba milhões. Maria de Lurdes, condenada a 3 anos de prisão efectiva por acusar um conjunto de magistrados por não fazerem o seu papel e, portanto, de serem agentes de corrupção, não tem rios de dinheiro para pagar a advogados que a defendam. Por isso está presa e ameaçada de passar três anos na prisão. Pelos comentários à notícia que publicámos na altura, vê-se a estupefacção que este caso, e a prisão da Maria de Lurdes, estão a gerar na opinião pública. É sintomático também que a petição a exigir a sua libertação já tenha ultrapassado as 4 mil assinaturas, apenas em dois dias. Exigir e conseguir a libertação de Maria de Lurdes é essencial para que a liberdade de expressão continue a existir em Portugal, sobretudo para os de baixo, para os sempre humilhados e ofendidos. Os de cima estão sempre bem. O prato da balança pende sempre para quem tem dinheiro para pagar.

*

  1. Estou escandalizada com a maneira como é tratada esta mulher – no Portugal de 2016!…Deve ser libertada imediatamente!!!!
  2. …é caso de indulto, imediato; mobilize~se a competência constitucional do Presidente da República, para decisão segundo processo abreviado. ASC.
  3. Esta juíza se fosse num país a sério era suspensa de funções imediatamente mas temos um poder judicial realmente corporativo ,salazarento
  4. O que aconteceu só demonstra o quanto Maria de Lurdes estava correcta naquilo que “opinava”, ai Portugal Portugal, do que é que estás à espera… Vergonha nacional!
  5. Gosto de ver como algumas pessoas se preocupam muito com a “justiça”, mas apenas quando toca a alguém próximo. Sim, o sistema é salazarento, aparentemente dominado por gente muito pouco recomendável, e acedido por pessoas com muito pouca experiência de vida, pouca sensatez e escassíssima cultura democrática – mas realmente quem se importa? Quem está disponível para travar uma luta sem tréguas contra este estado das coisas, para além de fugazes bravatas? Quem está disponível para por de lado preconceitos e estabelecer uma plataforma em torno de um mesmo objectivo? Quem está disponível para trabalhar nisso para lá da conversa de café e da Internet, por longo tempo, sem vacilar?
  6. Não conheço a senhora mas.pelo que li, considero criminoso estar presa. Em que país democrático alguma vez se viu prender alguém por emitir opinioes por mais obstrusas que possam ser…e as dela são sempre em defesa de causa justa embora possa colidir com as de outrem. Assino qualquer abaixo assinado para pedir a sua libertação imediata.
  7. a solução existe temos que começar a matar estes filhos da puta um a um persegui-los e limpar-lhes o sarampo. morte a esta corja de juizes corruptos
  8. E não é que ela tem razão. A maioria dos políticos, magistrados e essa gentalha toda são a cambada muito bem definida por essa Senhora. Só falta aqui as religiões a completar o ramalhete.
  9. Incomodado com o que li; vou seguir este caso. Houve um político que disse “quem se mete connosco, leva”, mas há corporações que o não dizem, mas…com propriedade se pode escrever que cão que ladra não morde…o pior é o que não ladra.
  10. Quem se mete com o PS leva!
    Houve um que chamou Filho da Puta ao Rui Rio e no tribunal saiu aos ombros do próprio juiz, que louvo o abnegado esforço de luta pela liberdade de expressão!
  11. Incrível. Tantos assassinos em liberdade e alguém que desvenda o véu da verdade é preso?
    Só prova que estava certa no que afirmou.
    E prova que os portugueses não são todos iguais, pois dizer certas coisas a certas pessoas dá cadeia. Se disser ao comum português, não acontece nada.
  12. Sugiro uma petição a pedir a responsabilização criminosa da sra dra juíza, pelo abuso de poder exercido. Eu assino!!!
  13. Tanta vontade de fazer justiça com quem como esta senhora disse o que pensava dos senhores ” intocáveis” .infelizmente não o fazem com alguns dos seus colegas que deveriam ser até expulços, mas claro estes conhecem os meandros do sistema e não são frontais honestos, não vão presos, embora insultem a magistratural

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s