Dia: Fevereiro 6, 2017

“Títeres desde Abajo”: um ano depois estiveram em directo com sessões em dezenas de países


Um ano depois da detenção dos dois marionetistas por “enaltecimento de terrorismo”, quando os membros de “Títeres desde Abajo” foram para a prisão porque uma marioneta exibiu um cartaz onde estava escrito Alka-ETA durante a representação de “A bruxa e D. Cristobal”. Estiveram presos durante cinco dias.

Agora, um ano depois do ocorrido, que evidenciou tensões internas na equipa municipal de Madrid na forma como abordar o caso, o Teatro del Barrio acolheu ontem (domingo, 5 de Fevereiro) a representação da obra, seguida de uma mesa redonda com a participação dos advogados dos marionetistas e diversas organizações que têm feito levantar a sua voz contra a repressão que, em termos de liberdade de opinião, se vive no território espanhol.

Esta representação foi transmitida em streaming e vista em dezenas de países, onde foram organizadas sessões públicas com debates sobre o caso dos “Tiriteros desde Abajo”. Em Portugal essas sessões ocorreram em Lisboa, na Disgraça, e em Coimbra, no CITAC.

daqui (com alterações e acrescentos): http://www.eldiario.es/madrid/titiriteros-representan-obra-llevo-prision_0_608589970.html

Anúncios