(ensino) Em Coimbra todas as lutas vão dar ao “Não à Fundação”


luta-anti-fundacao

Como anunciado pelo Conselho de Repúblicas, as Repúblicas de Coimbra estão a organizar uma semana de actividades contra a passagem da Universidade de Coimbra a Fundação. Uma semana repleta de conversas, acções de rua e muito mais, que culmina com uma Concentração Anti-Fundação na próxima segunda-feira, 20 de Fevereiro.

Juntamos ligações para o Comunicado do Conselho de Repúblicas e para fotos de faixas contra a Fundação em mais de uma dezena de Repúblicas.

Comunicado do Conselho de Repúblicas | fb.com/realrepublica.dobotaabaixo/posts/1742634669095896
Faixas contra a Fundação em várias Repúblicas | bit.ly/2kU6hxr

14 de Fevereiro [Terça-feira]

Morte Fundacionalmente Assistida da Universidade de Coimbra

14h | Largo D. Dinis – Performance interventiva em forma de marcha fúnebre que se inicia junto da estátua do D. Dinis e se desdobra em percurso até a um primeiro momento de apresentação na Real República Do Bota-Abaixo e um segundo na República das Marias do loureiro. Actividade organizada pelos organismos autónomos CITAC, GEFAC e TEUC e as Repúblicas Real República do Bota-Abaixo e República das Marias do loureiro. fb.com/events/1866514726927889/

15 de Fevereiro [Quarta-feira]

Conversa | “Bota-Abaixo a Fundação!”

18h | República Bota-Abaixo fb.com/events/210993606034335/

Tertúlia Literária Fragmentos

22h | Ateneu de Coimbra fb.com/events/1275828525843606/

16 de Fevereiro [Quinta-feira]

Cortejo D’Afundação

14h | Rua Larga – Acção de sensibilização em forma de cortejo com carros de compras como forma de metaforizar a mercantilização do Ensino que é consequência directa da solidificação do RJIES no Ensino Público português

17 de Fevereiro [Sexta-feira]

Afundar a Fome

20h | Rua da Matemática – Jantar Comunitário para sensibilizar a comunidade universitária para a problemática do regime fundacional.

18 de Fevereiro [Sábado]

Educação Além Fronteiras

17h | República Ninho dos Matulões –  Enquanto a privatização ganha terreno na UC, urge discutirmos alternativas. Precisamos de uma educação que permita que cada um se possa exprimir, possa ensinar e aprender mutuamente, sem hierarquias e superando a divisão entre professor e aluno. Nesta conversa, iremos contar com a presença de três relatos de experiências de educar e resistência bastante distintas:

– faremos uma viagem a Itália, à Nablus – Scuola di Migranti, uma “escola” onde quem chega aprende e ensina;

– vamos até à América Latina, ouvir relatos das lutas estudantis, e também conhecer experiências de educação com imigrantes que utilizam pedagogias alternativas em Porto Alegre, no Brasil;

– e finalmente, visitamos o norte de Portugal, até à Es.Col.A. da Fontinha e à sua experiência.

fb.com/events/380902322271618/

Paulo Freire Contemporâneo

21h30 | República Prá-Kys-Tão – Projecção do documentário “Contemporâneo”, que retrata as experiências e a vida de Paulo Freire, pedagogo brasileiro autor da Pedagogia do Oprimido, livro em que propõe uma nova relação pedagógica baseada nas suas experiências ensinando adultos a ler e escrever.

20 de Fevereiro [Segunda-feira]

Concentração Anti-Fundação

14h | Porta Férrea – fb.com/photo.php?fbid=1757848880907808&set=a.532835776742464.142401.100000481380095

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s