Contra a abstenção dos anarquistas


Maria João Silva

“Se votar fizesse alguma diferença, fariam-no ilegal.” disse Emma Goldman.

O erro da frase de Emma Goldman é que não votar, em termos práticos tb não faz diferença nenhuma, nem como forma de reivindicação ou protesto é eficaz, porque o facto de haver uma abstenção elevada não obriga a qualquer reflexão ou debate político ou institucional que faça alguma diferença… (A Emma tb não viveu tempo suficiente para ver que muitas ideias anarquistas se tornaram “mainstream” e mudanças pela via institucional podem ocorrer, porque a cultura/sociedade mudou, ou que a abstenção pode levar a mudanças para o pior… O partido Nazi nunca ganhou uma eleição, mas tb não usurpou o Poder através de revolução ou insurreição popular.)

Eu acho que os anarquistas não devem ser parvos (já não estamos no século XIX). Ser anarquista implica ter algum sentido crítico e analítico do contexto que se vive.Esse apelo ao não voto é um discurso idiota, que o roça cinismo individualista e imaturo, ainda por cima numa altura que temos fascistas de olho no Poder. Esse discurso pode acalmar a vossa consciência, que vos mantém na ilusão que vivem segundo os vossos principios… Deixem de ser tolos, participando ou não na “farsa”, inivitavelmente decisões irão ser tomadas que mais tarde ou mais cedo afectarão a vossa vida e a de todos…(Recordem-se que Paulo Portas já foi Ministro da Defesa após uma eleição onde o CDS teve apenas 11% dos votos (que equivale a pouco mais 650 mil votos num país com 9 milhões eleitores!) Ou então Cavaco Silva que conseguiu ser presidente da República por causa da abstenção. Aliás, a abstenção “ganha” sempre as eleições, mas (infelizmente) a abstenção não significa nada. Deveria significar, mas como forma de protesto, em termos práticos não conta para nada, nem sequer obriga a uma reflexão ou debate político ou institucional. E como vêem, pode até ser prejudicial a quem acha que está a fazer algum tipo de afirmação reivindicativa ao não votar…)

Eu identifico-me bastante com ideologia anarquista admiro e acho válido o trabalho associativo dos anarquistas… No entanto, vejo com desagrado que vivem um isolamento inútil, numa atitude dogmática acerca de um ideologia que ironicamente abomina dogmas, sabotando-se a si próprio e mantendo o movimento anarquista na obscuridade de pequenos colectivos que invalida o crescimento do movimento naquilo que os anarquistas adoram fazer: discutir ideias, mobilizar pessoas para a acções concretas e significativas… Pois, votar não muda nada… As manifestações com meia dúzia mudam? Um grafitti na rua muda? Uma greve de sector que é incompreendida pela população em geral muda? Viver fechado em si mesmo tb não muda nada…

Se existe um partido que partilha dos mesmo valores e tem ideias semelhantes de organizar a sociedade que um anarquista porque não se há-de votar nele? Se isso implica que vai tirar votos e exposição de ideias intolerantes e ainda mais opressoras.

Eu que eu prefiro ter um deputado do Bloco ou do Livre a ter tempo de antena no parlamento ou nas televisões que um André Ventura. Eu penso que um anarquista adora o debate de ideias, será muito dificil esse debate, essa reflexão de ideias passar para as massas que se mobilize para uma insurreição (not going to happen!!) se se mantiver na obscuridade de uma pequeno colectivo, de uma pequena livraria, de uma pequena página de Facebook, fechado em si próprio…(Eu tb não acredito que a verdadeira revolução, a grande mudança de paradigma se faça através da via institucional… (lembro as palavras de Durruti: “Sabemos que não vamos herdar nada mais que ruínas. Porque a burguesia tratará de arruinar o mundo na última fase da sua história.”) Mas, entretanto, vamos adiando a tragédia, vamos dando luta com TODAS as ferramentas que nos dão e que dispomos – isso inclui o voto – vamos consciencializando, para quando a altura da reconstrução chegar levarmos todos “um mundo novo nos nossos corações”…)

aqui: https://www.facebook.com/PORTAL.ANARQUISTA/photos/a.296793177087642/3823425397757718

https://www.facebook.com/maria.joao.da.silva

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s