Chile

(José Estevão) “O anarquismo terá que ter futuro”


60b

José Estevão é um anarquista português, a viver há mais de quatro décadas na Holanda, país onde se refugiou como refractário à guerra colonial. Alentejano, natural da vila mineira de Aljustrel, tem uma actividade militante quotidiana em Amesterdão – actualmente tem estado muito activo no apoio aos refugiados –, mas visita regularmente Portugal, tendo participado no Encontro Libertário de Évora, realizado em Maio passado. Recentemente foi entrevistado por companheiros chilenos (da Federação Anarquista Local de Valdivia) , uma entrevista que traduzimos agora para português.

(mais…)

11 de Setembro: entre muitas efemérides assinalam-se hoje 18 anos do assassinato da anarquista chilena Claudia López


claudia

O 11 de Setembro é rico de efemérides. Há 15 anos, aconteceu o atentado contra as Torres Gémeas e o Pentágono, nos Estados Unidos e, em 1973, o golpe militar de Pinochet derrubava o governo de Unidade Popular no Chile. Uma e outra, duas datas, que por razões diferentes, são hoje recordadas por milhões de pessoas. Para nós, anarquistas, esta data assinala outra efeméride trágica: a da morte da anarquista chilena, Claudia Lopez Benaiges (1969-1998), uma estudante de Dança, assassinada no dia 11 de Setembro de 1998 pelo Estado repressor com uma bala disparada pela polícia quando, com outros companheiros, se manifestava contra o golpe fascista no 25º aniversário da tomada do poder pelos generais.

Foi há 18 anos, mas a sua memória permanece viva entre todos os que lutam.

também aqui: http://www.aurorafundacion.org/?CLAUDIA-LOPEZ-BENAIGES-UNA-GRAN

(Chile) Movimento anarquista continua a crescer


Capturar

No Chile, o movimento anarquista e libertário continua a crescer de forma continuada. Disso dá conta o sucessivo aparecimento de organizações, federações e espaços de informação alternativa. Entre as mais recentes plataformas encontra-se esta pequena revista que, já no título, se assume como ‘anticapital’. Para fazer download (PDF) clique aqui.

Também a FEL (Frente de Estudantes Libertários) e outras organizações libertárias acabam de constituir uma nova organização, Izquierda Libertaria.