meio-ambiente

Central Nuclear de Almaraz: viver ao lado da morte.


Central Nuclear de Almaraz: viver ao lado da morte. Uma reportagem do JN com 27 anos retrata uma realidade hoje ainda mais dramática.

Já há 27 anos, a 28 de Janeiro de 1990, a central nuclear de Almaraz, no Guadiana e muito perto da fronteira, era considerada um perigo para as populações. Do lado espanhol e do lado português.

A notícia / reportagem do JN é de há 27 anos…Entretanto a situação alterou-se ainda para pior. Basta ler e comparar com a situação actual.

Com as saudações antinuclearistas da TERRA VIVA!A.E.S.

(recebido por email)

(mais…)

Anúncios

(comunicado da associação ecologista TERRA VIVA!) COM TRUMP E ALMARAZ TRINTA ANOS PARA TRÁS!


alamaraz
COM TRUMP E ALMARAZ TRINTA ANOS PARA TRÁS!

À primeira vista que tem a ver o caporal Trump com Almaraz, perto da fronteira portuguesa, com a sua central nuclear obsoleta e o plano de construção de um centro de recuperação de resíduos nucleares? À primeira vista, para quem esteja desprevenido, decerto, nada… Mas realmente  tem!  Mais que não fosse como sinal dos tempos actuais, sinal de que os do “oh tempo volta p´ra trás”, todos eles estão aí de novo (realmente nunca deixaram de estar…), dos racistas e militaristas mais empedernidos aos nuclearistas e anti-ecologistas mais cegos (pelo poder fascinante do dinheiro, do capital, afinal do PODER, sobre o planeta Terra e sobre a maioria da Humanidade).  Tempos de alguma confusão, não admira pois, que algumas gentes desejosas de pescar  em poluídas águas turvas, venham de novo a terreiro…

(mais…)

Bayer & Monsanto, a fusão de duas empresas criminosas


agri

A fusão das duas multinacionais Bayer e Monsanto representa a concentração no mercado dos Agro-químicos das duas empresas mais altamente responsáveis pela destruição da agricultura e do ambiente a nível mundial.

A #Bayer assinou hoje o contrato de compra da #Monsanto no valor final de 66 mil milhões de dólares. Esta fusão significa o controlo de quase 1/3 do mercado mundial de sementes e pesticidas. http://bit.ly/2cIfqZf

O contrato deverá estar concluído no final de 2017, prazo previsto para a finalização de uma outra fusão no mercado mundial dos agro-químicos, entre a #Dow Chemical e a #Dupont. *
Os reguladores governamentais terão de aprovar estas fusões para os contratos ficarem finalizados.

Um artigo de 2009 que detalha os efeitos da consolidação do mercado das sementes. “Visualizing Consolidation in the Global Seed Industry: 1996–2008.”
Pode ser consultado aqui: http://bit.ly/1MIM4pH

A Bayer irá provavelmente mudar o nome da Monsanto após a compra como já fez inúmeras vezes noutras aquisições. Isso pode fazer todo o sentido para se ver livre da má reputação associada à Monsanto pois há uma grande movimento contra os OGMs (organismos geneticamente modificados) focado nesta empresa multinacional.
http://bloom.bg/1OSqgZJ | http://bloom.bg/2cNOYtl

A #Monsanto é a líder de mercado no que toca a sementes patenteadas. Estas têm uma grande necessidade de aplicação de pesticidas, que são também fabricados por esta empresa e outras do sector. À medida que o tempo avança o cultivo precisa de mais pesticidas porque os insetos começam a ganhar imunidade.

Sabemos que a haver, são raras as empresas que têm princípios, o caso da Monsanto é um excelente exemplo para quem ainda não conhece as práticas maquiavélicas do dia-a-dia de uma multinacional. O lobby é já banal, subornos idem, criar escolas em países que se arruína para lavar a imagem da empresa também já não é novidade mas a Monsanto tem muitas surpresas para quem as quiser encontrar.
Podem encontrar informação mais detalhada sobre OGMs neste site: http://bit.ly/2ceKZb6

* Pouco antes do anúncio desta fusão, em 2015, a Dupont despediu milhares de trabalhadores. A Dow anunciou que antes da compra da Dow Corning estar finalizada irá despedir cerca de 2.500 trabalhadores, assim como fechar algumas das suas fábricas.
( A Dow Corning foi comprada à Corning Inc. por 4.8 mil milhões de dólares. A partir desta reestruturação a Dow espera conseguir 500 milhões de dólares em poupanças anuais)
http://bit.ly/2caJiNu | http://on.freep.com/29Umz8p | http://bit.ly/2cxaDVE

A Dow teve um valor de vendas em 2015 de 49 Mil Milhões de dólares. O conjunto, Dow-Dupont pode chegar a ter receitas anuais de 90 mil milhões de dólares.
http://bit.ly/2cxaDVE

aqui: https://www.facebook.com/guilhotina.info/posts/1036085379841271

1

(Cáceres) Este sábado manifestação ibérica para fechar a central nuclear de Almaraz


almaraz

Concentração em Cáceres, Fechar Almaraz, dia 11 de Junho

Vai-se realizar no próximo sábado, em Cáceres uma grande concentração, seminários, exposições, momentos festivos e uma manifestação, para pressionar os partidos candidatos às eleições espanholas, e para que estes se pronunciem e se envolvam no processo de encerramento, escalonado das centrais, das 7 centrais nucleares espanholas, e desde já proceder ao fecho de Almaraz.

O Parlamento português, por unanimidade, e diversas autoridades municipais da linha do Tejo, também em Portugal já tomaram posição sobre os riscos desta central, alertados pelo M.I.A. e outras organizações ecologistas, e neste momento é necessário que os empenhos já manifestados pela generalidade dos partidos espanhóis concorrentes às eleições de Junho se alarguem e se mantenham firmes.

Há todavia factos inquietantes, que se prendem, também, com as lógicas pressionantes de sectores da União Europeia, no sentido da continuação e até incentivos aos programas nucleares, ao arrepio de todo o sentido do desenvolvimento na área eléctrica global e também é estranho o silêncio das autoridades portuguesas responsáveis.

O Ministro do Ambiente continua marcado pelas suas infelizes declarações de confiança absoluta nas informações, quais?, do Conselho de Segurança Nuclear espanhola, e do actual governo espanhol, em gestão há 6 meses, que sabemos está longe de consenso sobre os riscos e as consequências dos problemas desta central.

E temos visto técnicos do ministério do Ambiente mentirem descaradamente na comunicação social.

E, embora tenhamos procurado informações é o silêncio mais opaco que cobre a reunião realizada em Viena, Austria, no âmbito da Organização Internacional de Energia Atómica, no dia 14 de Abril, passado, entre a Agência Portuguesa do Ambiente e outras 2 direcções gerais e o Conselho de Segurança Nuclear, espanhol.

O que se terá passado nessa reunião? Que informações terão sido comunicadas? Qual é a situação presente? Sabendo que a qualquer momento novos incidentes podem ocorrer…

António Eloy

Membro do Movimento Ibérico Anti-Nuclear (MIA)

http://www.fecharalmaraz.org/

https://www.facebook.com/fecharalmaraz/

(Lisboa e Porto) Marcha Mundial contra a Monsanto


marchamons
.
LISBOA
Parque Eduardo VII – Lisboa, 18 H
 .

Amanhã, dia 21 de Maio (Sábado) celebra-se o Dia da Marcha Global contra a MONSANTO que une cidadãs e cidadãos de todo o Mundo que se expressam contra um modelo agroindustrial promovido pela empresa multinacional MONSANTO e outras que atenta contra a vida e soberania alimentar dos povos.

No seguimento do lançamento da iniciativa popular do Tribunal MONSANTO, realizar-se-á em Lisboa no dia 21 de Maio , às 15h, no espaço CES-Lisboa ( Picoas Plaza | Rua do Viriato, 13, Lj. 117-118) uma conversa entre activistas e académic@s sobre o impacto social e ecológico da MONSANTO em Portugal , com o intuito de identificação de um caso a ser apresentado ao Tribunal.

Pretende-se que a conversa seja um espaço de identificação de casos de conflito ambiental e social ( Ecocídio) ,resultante da actividade da multinacional MONSANTO em Portugal (como o caso do Glifosato e culturas de milho híbrido e OGM em território).
Os casos identificados pelxs presentes serão compilados(provas) e analisados em comum para serem apresentados ao comité do Tribunal MONSANTO , tendo em vista serem julgados pelo mesmo.

ASSIM, pedimos a todxs xs presentes que tragam documentos e provas dos casos por si identificados.

Ás 18h, após a conversa , iremos concentrar-nos junto ao Parque Eduardo VII onde se realizará um concerto , temperado com acepipes cultivados e cozinhados sem tóxicos.

Vemo-nos lá!

Tribunal MONSANTO: http://www.monsanto-tribunalp.org/

evento: https://www.facebook.com/events/238814663144273/

*

PORTO

Praça dos Leões – Porto, 15 H

Dia 21 de Maio de 2016 haverá mais uma marcha global contra a Monsanto e demais empresas ligadas aos OGM’s (organismos geneticamente modificados).

A cidade do Porto também se irá juntar a este protesto mundial.
Não fique em casa. Marche pela sua saúde!

Percurso: dos Leões até à Câmara Municipal do Porto

– concentração a partir das 14h30 na Praça dos Leões (Praça Gomes Teixeira)
– partida às 15h00
– Praça de Lisboa (Café Costa)
– Rua S. Filipe Nery
– Rua dos Clérigos
– Praça da Liberdade
– Avenida dos Aliados
– Câmara Municipal do Porto

Após a chegada à Câmara, iremos ter assembleia aberta.
Junte a sua voz a este protesto. Traga amigos e familiares. Traga cartazes. Mostre a sua indignação. A Natureza não precisa de ser modificada.

evento: https://www.facebook.com/events/893302387465714/

(este sábado) Associação ambientalista GAIA comemora 20 anos


festa_gaia_20_anos_web-1

Dia 23 de Abril, o GAIA celebrará 20 anos de lutas, vivências e histórias.

A partir das 10 da manhã, na Rua da Regueira, 40 – Alfama, Lisboa

O GAIA, Grupo de Acção e Intervenção Ambiental nasceu há 20 anos, em 1996, como um núcleo universitário dedicado exclusivamente a assuntos ambientais.

Ao longo de 20 anos o GAIA evoluiu, tornou-se uma Organização Não Governamental de Ambiente, passou por muitas vivências, diversas metodologias de acção, vários processos criativos de reflexão crítica, e pelo grupo passaram centenas de pessoas inspiradoras e inspiradas.

Continua a ser uma associação ecologista de características únicas no panorama português, mantendo-se apartidária e não hierárquica, e recorrendo a acções directas como forma de criar consciência sobre as raízes e dimensões dos desafios ambientais actuais.

O GAIA aborda as problemáticas ambientais contemporâneas a partir da crítica ao modelo sócio-económico capitalista e industrial e às várias formas de dominação, numa perspectiva de justiça social e ambiental.

Paralelamente, procuramos impulsionar alternativas positivas para um mundo ecologicamente mais resiliente e socialmente justo, fomentando também o cooperativismo e a auto-gestão, através de práticas de apoio mútuo e a partilha de informação e saber-fazer populares.

Vem conhecer-nos melhor e festejar connosco no dia 23 de Abril durante todo o dia no nosso espaço em Alfama.

20 ANOS: continuamos a acreditar, a viver, a cuidar e a lutar… com os pés enraizados na terra e as antenas no ar!

PROGRAMA 23 de ABRIL:
Todo o dia :
– Loja Grátis
– Oficina de bicicletas
– Banca informativa e de sementes (troca as tuas sementes!)

10H Oficina de bombinhas de sementes para miúdos e graúdos
>10H Preparação do almoço, ajuda bem-vinda!
12H Passeio de bicicleta, ponto partida no GAIA
13H Almoço vegan, bio, sem OGM
14H30 Oficina de Acção Directa
15H Jogos sobre sementes e alimentos para miúdos
16H Oficina Activa a Semente Livre dentro de ti
>18H Música!
20H Jantar vegan, bio, sem OGM
21H Sessão nostalgia “GAIA o que me contas”

aqui: http://pt.indymedia.org/conteudo/agenda/32156

(acção directa) Autocarro da Repsol com frases contra a exploração de petróleo


repsolrepsol1

Pintadas no autocarro da Repsol que está a fazer uma espécie de “Volta a Portugal”, passando por vários concelhos (ontem e hoje esteve no litoral alentejano):

“o petróleo mata”
“larguem a costa”

aqui: http://pt.indymedia.org/conteudo/newswire/32083